in

Amei!Amei!

O Crucifixo de São Marcelo

O Crucifixo de São Marcelo fica na Igreja de San Marcello al Corso, em Roma. Esta igreja foi destruída por um incêndio no dia 23 de maio de 1519. Mas, no dia seguinte ao incêndio, quando os fiéis foram ver o que restara após a tragédia, encontraram esse crucifixo intacto.

O Crucifixo de São Marcelo e a Praga

Pouco menos de três anos depois, Roma foi devastada pela peste negra. A pedido dos fiéis, o milagroso Crucifixo de São Marcelo foi levado em procissão por todos os bairros romanos. Saiu, então, do Convento dos Servos de Maria, na Via del Corso, indo até a Praça de São Pedro. A procissão durou 16 dias, de 4 a 20 de agosto de 1522.

Quando o crucifixo foi devolvido à Igreja de San Marcello al Corso, a praga desapareceu completamente da cidade. Desde aquela data, o Crucifixo milagroso é levado em procissão à São Pedro todo ano santo, a cada 50 anos.

O Crucifixo de São Marcelo e os Papas

O Crucifixo de São Marcelo tem gravado na parte de trás o nome de cada um dos Papas que presenciaram as procissões. Assim, o último nome gravado é o do Papa São João Paulo II, que abraçou o crucifixo durante o Dia do Perdão, durante o Jubileu do ano 2000.

A Bênção Urbi et Orbi

A expressão latina Urbi et Orbi significa para a Cidade (de Roma) e para o Mundo. É o nome da bênção que o Santo Padre dá, normalmente, em apenas três ocasiões: no dia da eleição de um novo Papa, logo após o resultado do Conclave, todos os anos no Natal e na Páscoa.

É uma bênção exclusiva do Papa e nenhum outro Bispo para dar. Trata-se de uma bênção solene que concede a indulgência plenária, ou seja, a remissão das penas dos pecados já perdoados.

A Indulgência Plenária

O Direito Canônico e o Catecismo da Igreja (CIC 1471-1484) estabelecem algumas condições para se receber a indulgência plenária:

  • ter a disposição interior do total desapego do pecado, até mesmo venial;
  • confessar os pecados no Sacramento da Reconciliação;
  • receber a Sagrada Eucaristia;
  • rezar pelas intenções do Santo Padre;
  • realizar um ato enriquecido de indulgência plenária.

    Para maiores detalhes sobre as Indulgências (parcial e plenária), leia nosso texto clicando aqui.

Quer maiores detalhes sobre as Indulgências (parcial e plenária)? Então, leia nosso texto clicando aqui.

A Bênção Urbi et Orbi – Extraordinária e Excepcional – de 27/03/2020

Sem precedentes na História, o Papa Francisco concedeu de modo totalmente excepcional a Bênção Urbi et Orbi na sexta-feira, 27 de março de 2020, devido à pandemia da Covid-19. Contudo, sem precedentes também foi ver a Praça de São Pedro vazia nesta ocasião.

Após a adoração ao Santíssimo Sacramento, diante do Crucifixo de São Marcelo e do Ícone da Virgem Maria, Salus Populi Romani, o Papa concedeu sua bênção Urbi et Orbi.

Queremos responder à pandemia do vírus com a universalidade da oração, da compaixão, da ternura. Vamos permanecer juntos. Portanto, vamos demonstrar nossa proximidade às pessoas mais solitárias e exaustas.

Papa Francisco

Leia mais detalhadamente no site da ACI Digital.

Equipe Tenda do Senhor

Escrito por Equipe Tenda do Senhor

Grupo de Oração Tenda do Senhor

O que você acha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Mãos sujas e fumaça no escuro

As Indulgências e a Remissão das Penas Temporais

Sobre buscar o Reino de Deus