in

AprendiAprendi Amei!Amei!

Nossa Senhora do Equilíbrio, a devoção

Em 1967, um monge da abadia de Fattochie, em Roma, rezava e a palavra “equilíbrio” vinha à sua mente de forma obsessiva. Quando terminou sua oração, foi ao sótão colocar umas coisas em ordem quando, de repente, caiu uma tábua com uma chapa metálica com o relevo de uma mulher orando.

Assim que a viu, ele exclamou: Santa Maria do Equilíbrio. Ele entregou ao monge Armando Paniello, que a reproduziu numa estampa com um vestido amarelo e longo, um véu azul da cabeça aos pés, braços e mãos estendidas verticalmente até o colo, pés descalços, numa posição de espiritual equilíbrio.

Em setembro de 1968, Dom Antonio solicitou uma audiência com o Papa Paulo VI que, ao ver a imagem, exclamou: “Santa Maria do Equilíbrio! Ah, é justamente dela que se precisa!” Ao perguntá-lo qual seria o dia de sua festa, o Santo Padre respondeu que não deveria haver uma data para festejá-la pois ela deveria ser invocada da manhã à noite.

Refletindo sobre o Título

No mundo atual, diante de tanto estresse, tantos problemas psíquicos e emocionais, temos grande necessidade de serenidade, tranquilidade, equilíbrio. Maria é um grande exemplo para isso. Diante de situações adversas e tensas, como a própria anunciação do anjo, a perda de seu filho com 12 anos no templo e a paixão de morte de Jesus, que ela acompanhou até o fim, ela mostrou um auto controle e um autodomínio, aceitando tudo com serenidade e confiança em Deus.

Momentos dramáticos, todos vamos viver. Deus nunca nos prometeu uma caminhada simples, fácil e sem sofrimento. Ao contrário, Ele nos diz que temos que abraçar a nossa cruz. Diante disso, podemos reagir de duas formas: ou de forma desesperada, revoltada e desequilibrada ou de forma equilibrada, vendo em cada situação a mão providencial de Deus. Por isso, como bem afirmou o Papa Paulo VI, devemos recorrer a nossa Senhora do Equilíbrio desde a manhã até a noite, pedindo paz, calma, tranquilidade, harmonia e paz.

Oração a nossa Senhora do Equilíbrio

Virgem Mãe de Deus e dos homens, Maria. Pedimos-vos o dom do equilíbrio cristão, hoje tão necessário à Igreja e ao mundo. Livrai-nos de todo o mal; salvai-nos do egoísmo, do desânimo, do orgulho, da presunção e da dureza de coração. Dai-nos tenacidade no esforço, calma no insucesso, humildade no êxito feliz.

Abri nossos corações à santidade. Fazei que pela pureza de coração, pela simplicidade e amor à verdade, possamos conhecer nossas limitações. Alcançai-nos a graça de compreender e viver a palavra de Deus. Concedei-nos que, pela oração, amor e fidelidade à Igreja na pessoa do Sumo Pontífice, vivamos em comunhão fraterna com todos os membros do Povo de Deus, hierarquia e fiéis.

Despertai-nos profundo sentimento de solidariedade entre irmãos, para que possamos viver, com equilíbrio, a nossa fé, na esperança da eterna salvação. Nossa Senhora do Equilíbrio, a Vós nos consagramos, confiantes na ternura da vossa maternal proteção. Assim seja. Amém.

Equipe Tenda do Senhor

Escrito por Equipe Tenda do Senhor

Grupo de Oração Tenda do Senhor

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

Avatar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Dias Cinzentos

Dias cinzentos…

QUIZ: Beato Carlo Acutis