Fotografia por James Coleman em Unsplash

O Rosário é uma oração católica antiga que honra Nossa Senhora. Mas, primeiro, foi necessário surgir a oração da Ave-Maria para que o Terço pudesse ser idealizado.

A Ave-Maria nasceu da necessidade que o povo tinha de honrar Nossa Senhora. Pelo que se sabe, por volta do ano 600 já era rezada a primeira parte. Contudo, a segunda parte surgiu apenas no século XIII.

O Terço começou a ser difundido sobretudo depois de uma aparição de Nossa Senhora a São Domingos de Gusmão. O Santo havia suplicado, então, a Nossa Senhora uma arma para combater heresias que ocorriam na época.

Como surgiu o Terço

Conta-se que Nossa Senhora mostrou o terço com as 50 Ave-Marias. Essa oração, por isso, ficou conhecida como o Saltério da Bem Aventurada Virgem Maria.

A partir daí, São Domingos começou a espalhar esta devoção, que foi ao encontro da necessidade dos fiéis que não sabiam ler e queriam de alguma forma imitar os monges que rezavam os 150 salmos. De fato, depois de um tempo, Nossa Senhora apareceu ao beato Alano de Rupe, que inspirado pela Virgem Maria, criou a agrupação de 50 Ave-Marias. Surgiam assim, portanto, os Mistérios Gozozos, Dolorosos e Gloriosos.

Ele também acrescentou o Pai Nosso antes de cada mistério. Dessa forma, surgiu o Rosário como conhecemos hoje. A oração de cada mistério ficou conhecida como Terço (Terça parte da Rosário). Em 2002, o Papa João Paulo II, na Carta Apostólica Rosarium Virginis Mariæ, acrescentou os Mistérios Luminosos.

Com isso, a oração de cada mistério seria um quarto do Rosário, mas o nome Terço se manteve pela tradição.

Na oração do Rosário se meditam, assim, os vinte mistérios da fé católica. Se recordam, portanto, os mistérios dos momentos alegres, da vida pública, dolorosos e gloriosos da vida de Jesus.

Como rezar o terço?

Está gostando do texto? Aproveita a baixa nossa apostila com as orações do Terço, caso não saiba:

O Terço não deve ser rezado de maneira mecânica, repetindo as Aves Marias, uma seguida da outra. Mas, ele deve ser meditado de forma que nossa mente possa penetrar na contemplação de cada mistério.

Ao rezamos o Rosário, contemplamos a vida, paixão, morte e ressurreição de Jesus; e, nesse contemplar, então, nós encontramos forças para lutar contra o inimigo e para vencer as tentações e o pecado.

Os Mistérios do Rosário

Quando rezamos o Rosário, estamos recorrendo à Virgem Maria, não apenas a grande mediadora da Graça de Deus, mas conhecedora das necessidades e súplicas que trazemos em nossos corações.

O Terço inicia-se com a persignação: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Em seguida, segurando a cruz, reza-se o Credo. Então, reza- se em honra da Santíssima Trindade um Pai-Nosso, três Ave-Marias e um Glória ao Pai.

Em seguida às orações iniciais, se contempla cada um dos mistérios com um Pai-Nosso e 10 Ave-Marias. Para cada dia da semana é indicado um mistério específico.

Mistérios Gozosos

Segundas-feiras e sábados, contemplamos os misterios gozozos:

  • Anunciação do Anjo Gabriel a Nossa Senhora
  • Visita de Nossa Senhora à sua prima, Santa Isabel
  • Nascimento de Jesus
  • Apresentação de Jesus no templo e purificação de Nossa Senhora
  • Perda e reencontro de Jesus no Templo

Mistérios Dolorosos

Terças-feiras e sextas-feiras, contemplamos os mistérios dolorosos:

  • Agonia de Jesus no Horto das Oliveiras
  • Flagelação de Jesus
  • Coroação de espinhos de Jesus
  • Jesus carregando sua cruz ao Calvário
  • Crucificação e morte de Jesus

Mistérios Luminosos

Quintas-feiras, contemplamos os mistérios luminosos:

  • Batismo de Jesus no Rio Jordão
  • Milagre de Jesus nas bodas de Caná
  • Anúncio da Boa Nova e convite à conversão
  • Transfiguração de Jesus
  • Instituição da Eucaristia

Mistérios Gloriosos

Por fim, quartas-feiras e domingos, contemplamos os mistérios gloriosos:

  • Ressurreição de Jesus
  • Ascenção de Jesus ao Céu
  • Vinda do Espírito Santo em Pentecostes
  • Assunção de Nossa Senhora ao Céu
  • Coroação de Nossa Senhora no Céu como Rainha do Céu e da Terra

Ao final de cada mistério, reza-se o Glória ao Pai e a jaculatória: Oh meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno. Levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente as que mais precisarem.

Por fim, reza-se agradecimento e a oração da Salve Rainha.

A Virgem do Rosário

O Rosário é uma oração aconselhada pela Igreja Católica e possui a profundidade de toda a mensagem do evangelho. Ademais, a própria Virgem Maria, quando apareceu em Fátima, incentivou a rezar esta oração:

Rezem o Terço todos os dias para alcançar a paz no mundo e o fim da guerra.

Nossa Senhora em Fátima

E, na sua última aparição nesse lugar, a Mãe de Deus apresentou-se como a “Senhora do Rosário“.

Você sabia que a Recitação do Rosário publicamente concede indulgência plenária? Para saber mais sobre esse assunto, leia nosso texto sobre indulgências.

Escrito por Equipe Tenda do Senhor

Grupo de Oração Tenda do Senhor

O que você acha?

43 Points
Upvote Downvote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu dou a vida eterna para as minhas ovelhas

Amai-vos uns aos outros!