in

Amou-os até o fim.

O amor de Deus parece loucura para nós. Não é um amor interesseiro, passageiro, limitado. Não! É um amor perfeito, pleno, que serve, não é servido. O Evangelho de hoje nos apresenta o verdadeiro significado do amor: a doação ao outro.

Jesus está reunido com seu discípulos tomando a ceia. Ele sabia que seria sua última Páscoa com eles e prepara todas as coisas: comida, orações, cantos. Tudo como deveria ser. E aí entra o espetacular de Deus!

Enquanto tomavam a ceia, num gesto de explosão de amor, Jesus se levanta, depõe seu manto, amarra uma toalha na cintura e se põe a lavar os pés dos seus discípulos. Como pode isso? Um Deus que se dobra diante do homem para mostrar como o homem deve se dobrar diante de Deus!

Amor e Doação

Amar é doar-se! E como nos prendemos em tanta bobagem, em tantos julgamentos que nos afastam da convivência fraterna. Santa Teresa de Calcutá dizia que quem julga não tem tempo de amar. Temos a tendência de escolher quem queremos amar ou quem merece nosso amor. Jesus lavou os pés inclusive de Judas, o traidor. A única escolha que o Senhor fez foi amar e dar o exemplo de como devemos amar.

Talvez você esteja pensando: tá bom, mas como eu posso fazer o mesmo que Jesus? Devo andar com um cantil de água e uma toalhinha a tira-colo para lavar os pés de quem eu encontro pelo caminho? A resposta é bem simples: não. Basta você olhar nos olhos de quem cruza o seu caminho e dar apenas um sorriso.

Mais que os pés, as pessoas necessitam ter seus corações lavados. Troque o cantil com água por um coração que seja fonte de Água Viva; troque sua toalhinha por braços que saibam abraçar. Por fim, troque seu julgamento por um amor incondicional.

Jesus mostrou como fazer. Só não faz quem não quer…

Escrito por Equipe Tenda do Senhor

Grupo de Oração Tenda do Senhor

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

30 Moedas de Prata

30 Moedas de Prata

Cristo na Cruz

Tudo está consumado!