in

AprendiAprendi

Nossa Senhora, Mãe da Eucaristia

Maria, primeiro Sacrário

Maria é o templo de Deus por excelência, ela é a Arca da Aliança. Ela trouxe em seu seio imaculado o próprio Filho de Deus. Com o seu sim, Deus fez nela Sua primeira morada.

De acordo com a Sagrada Escritura, no Evangelho de São Lucas, “O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra.“ (cf. Lc 1, 35) Maria, coberta pela sombra do Altíssimo, se torna a primeira Tenda do Senhor, Seu primeiro tabernáculo.

Maria, a Mulher Eucarística

Maria está de tal modo ligada ao mistério eucarístico que São João Paulo II a chamou de “Mulher Eucarística”. Pelo gesto de ter oferecido seu seio virginal para a encarnação de Deus, ela viveu este espírito eucarístico antes que o Sacramento da Eucaristia fosse instituído por Jesus.

E, logo após o nascimento de Jesus, ela realizou um gesto puramente eucarístico: apresentou o Menino Jesus aos pastores, aos magos e ao sumo-sacerdote no templo em Jerusalém; o Verbo Encarnado foi apresentado ao povo de Deus para que O adorassem e O reconhecessem como o Messias prometido.

Com Maria, vivendo a Eucaristia

No dia de Pentecostes, Maria estava presente no Cenáculo junto com os apóstolos e continuava no meio deles, participando da Fração do Pão. A Eucaristia, que por assim dizer, viera dela, era seu alimento de cristã, que caminhava com a Igreja que estava surgindo.

Não há Igreja sem Eucaristia, porque não há Igreja sem sacrifício de Jesus que se renova, como não há Igreja sem encarnação de Jesus que se prolonga no tempo. A peregrinação da Igreja se faz com e pela Eucaristia, e com Maria, assunta ao céu.

De acordo com o teólogo René Laurentin, a participação de Maria no mistério do Santo Sacrifício corresponde à sua participação no sacrifício da cruz. A presença de Maria junto à Missa corresponde à sua presença no Calvário. Como consequência, é certa a universal intercessão de Maria junto ao Santo Sacrifício, a Missa.

Imitação de Maria

Se Maria é a mulher eucarística, que gerou o Corpo e o Sangue de Cristo, e nós somos membros do Corpo de Cristo, que é a Igreja, somos também formados em seu ventre virginal. Por isso, a consagração à Nossa Senhora tem particular importância, pois nos conforma a Jesus Cristo de forma mais plena, nos faz participar melhor dos sacramentos, principalmente o da Eucaristia.

Somos chamados a nos consagrar inteiramente e a invocar sua intercessão, para que sejamos fiéis a missão que nos foi confiada por Cristo, para a maior glória de Deus e para a salvação dos homens e do mundo.

Gostou desse texto? Confira também outro sobre nossa Mãe, Maria, sob o título de Nossa Senhora de Lourdes! Só ouviu falar nesse título da Imaculada Conceição, mas não conhece a história? Conheça já, não perca essa oportunidade!

Escrito por Equipe Tenda do Senhor

Grupo de Oração Tenda do Senhor

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vida brotando no deserto

Ditos de Santo Antão #2

QUIZ: Mandamentos da Lei de Deus. Verdadeiro ou Falso?